quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Conclusão:Fernanda Pereira De Souza n°15


Com a pesquisa realizada tive a oportunidade de aprimorar meu conhecimento em relação ao Tema abordado.
Que  entre  eles foi falado sobre  as doenças do órgão genital masculino  destacando as com  os  seguintes tópicos:

A Prost atite
A prostatite é uma inflamação causada por bactérias, mas existem tipo que não são causados por bactérias, chamadas de prostatite não bacteriana. O desenvolvimento dessa doença ocorre por vários fatores: migração de bactérias através da uretra em direção à próstata, deficiências da atividade antibacteriana da secreção prostática, falta de anticorpos locais e sistêmicos.
Seus sintomas são: Ardência ou dor para urinar, freqüência urinária aumentada , dor na musculatura entre as pernas (períneo) e às vezes secreção uretral são os sintomas mais encontrados.
O tratamento dessa doença pode ser feita com antibióticos ou, em casos mais graves, com antibióticos endovenosos.
Hiperplasia benigna da próstata (hpb)
É o aumento do volume da próstata que causa problemas na hora de urinar, pois a próstata fabrica o esperma e, com o seu aumento, acaba impedindo que a urina saia da bexiga, ocorrendo varias conseqüências como o surgimento de urina residual na bexiga, o aumento da espessura seguido de afinamento da parede vesical, a dilatação dos ureteres, e dilatação renal com diminuição da sua função.
Alguns sintomas são encontrados no hpb, tais como o jato urinário fraco, jato interrompido, aumento da freqüência das micções com eliminação de pequenos volumes de urina, aumento da freqüência de micções à noite, urgência para urinar com perda, ocasionalmente, de urina na roupa.
O diagnostico é feito pelo exame de toque retal ou com a dosagem do antígeno prostático específico (PSA). O tratamento do hpb é feito por três etapas: nos casos mais leves, os pacientes serão acompanhados clinicamente; nos casos moderados, os pacientes serão tratados com medicamentos; já nos pacientes mais afetados pela doença, está indicada a cirurgia. É importante saber que após a cirurgia, os pacientes devem continuar a fazer exames de prevenção do câncer de próstata, pois a HBP não se transforma em câncer de próstata. Entretanto, um paciente pode ter, concomitantemente, HBP e câncer de próstata.
Todo homem, com ou sem HBP, deve fazer exame periódico da próstata (toque retal) e dosagem de PSA, a partir dos 45 anos, principalmente aqueles que têm história familiar (parentes) com câncer de próstata ou de mama.
Câncer de testículo
É um tumor onde tem maior incidência em pessoas jovens em idade produtiva. O câncer de testículo apresenta baixo índice de mortalidade.
O sintoma mais comum é o aparecimento de um nódulo duro, geralmente indolor. O diagnostico da doença é bem simples, pois o câncer de testículo possui marcadores tumorais sanguíneos que ajudam no diagnostico da doença, além do paciente ter que passar por quimioterapia.
O tratamento é sempre cirúrgico, o testículo é retirado caso tenha o outro testículo normal.
Disfunção erétil
Chamada também de impotência sexual, é uma doença onde há a incapacidade de manter o pênis ereto. Pode ter origens em diversos fatores, físicos ou psicológicos: diabetes, doenças neurológicas, problemas vasculares, fumo entre outras.
O tratamento é feito de acordo com a causa do paciente: pode ser realizada por medicamentos, aconselho sexual, terapias...
Ejaculação precoce
É um problema que afeta 30% dos homens e é caracterizado pela deficiência do controle sobre a ejaculação.
A definição mais utilizada é a do Manual Estatístico e de Diagnóstico dos Distúrbios Mentais: 1) ejaculação persistente ou recorrente com um mínimo de estimulo sexual anterior, ou rapidamente após a penetração e antes que a pessoa deseje; 2) causa aflição notável ou dificuldades interpessoais; e 3) não é exclusivamente causada devido a efeitos diretos de uma substância.
O diagnostico da doença é feito através de conversas com médicos, pois a doença causa estresse, dificuldades interpessoais e incômodos.
O tratamento da doença esta concentrados em treinar e melhorar a habituação mental para o sexo e, são usados também, antidepressivos e medicamentos que retardam o tempo de ejaculação. As razoes que levam a ocorrência de uma ejaculação precoce são: aumento anormal da glande peniana, ansiedade sexual, inexperiência sexual, entre outros fatores.
Irritação na região escrotal
Essa doença é conhecida como dermafitose que são infecções micóticas na pele causada por diversos fungos:
 Cândida Albicans: São fungos que crescem no pelos e se alimentam de pele morta e queratina deixando os pelos esbranquiçados e a pele irritada.
Tinea Cruris: são fungos que crescem onde ha umidade e pouca ventilação e podem se alastrar para as axilas, narinas, nuca, nadegas, peito e pernas. Outras variações desses fungos estão conhecidas como frieiras.
Os esporos desses fungos infestam o ar, causando proliferação desses fungos no ambiente.
O tratamento desses fungos deve ser acompanhado por um médico, mas é feito através de medicamentos e pomadas, não esquecendo da higiene pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário